(Vídeo) Gorete Milagres desmente Carlos Alberto e revela abuso: ‘Expulsou Sandy e Junior do SBT’

0

Após mais de uma década de silêncio, Gorete Milagres decidiu abrir o jogo sobre a relação com Carlos Alberto de Nóbrega, que nesta semana criticou a ex-colega de SBT em entrevista ao canal Mais Que Oito Minutos, de Rafinha Bastos. Vestida como Filomena, sua personagem mais conhecida, a atriz desmentiu as afirmações do líder de A Praça É Nossa contra ela, como a conturbada ida para a Globo.

Veja também:
Resumo dos capítulos de Amores Verdadeiros que vão ao ar nesta semana
Resumo dos capítulos de Coração Indomável que vão ao ar nesta semana
Resumo dos capítulos de Chiquititas que vão ao ar nesta semana
Gorete publicou a resposta em seu canal no YouTube na tarde deste sábado (31), logo após ter sido procurada pela coluna. “Estou muito chateada, muito nervosa, muito angustiada. Fiz o vídeo como Filomena em respeito a um senhor de 85 anos. Precisava que o tom fosse mais calmo e leve”, explica a atriz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na versão contada por Carlos Alberto, Gorete Milagres iria para a Globo, mas a aconselhou a ficar no SBT. Ela aceitou a proposta da concorrente, porém Silvio Santos a convenceu a permanecer na casa. A atriz, segundo o comediante, impôs a condição de nunca mais participar de A Praça É Nossa, o que justificaria a sua mágoa com a intérprete de Filomena.

No vídeo, Gorete exibe o contrato com o SBT e nega ter exigido não gravar a Praça, como Carlos Alberto afirmou a Rafinha Bastos. Ela ainda conta que, em seu primeiro contrato, conciliou sem problemas o humorístico com o programa Ô… Coitado!. Entretanto, quando retornou à emissora pela segunda vez, Silvio a deixou exclusivamente na sitcom, por questões de “marketing”, e ainda estipulou a multa de R$ 54 milhões para não perder sua artista, então líder de audiência.

“Precisava falar muitas coisas, porque há quase 15 anos esse homem me atormenta. Já saí da Praça, fiz coisas da minha vida, e de dois em dois meses ele me calunia, fala inverdades, e eu não posso mais suportar. Por muito tempo eu fiquei calada”, desabafa Gorete à coluna.

Gorete diz que só trocou o SBT pela Globo no auge da carreira porque Carlos Alberto lhe negou aumento salarial: “Ele fala que paga bem, mas nunca me pagou bem, por isso aceitei ir para a Globo. Só fui valorizada pelo Silvio. Até hoje, o salário da Praça é absurdo, há pessoas que ganham muito mal para fazer um quadro”.

A intérprete de Filomena ainda relata comportamentos abusivos de Carlos Alberto. Um deles ocorreu nos anos 90, quando Sandy e Junior iriam participar de A Praça É Nossa, porém foram expulsos do programa segundo desabafo emocionante de Xororó, sem citar nomes, em série documental do Globoplay. Este colunista havia publicado que o responsável foi Marcelo de Nóbrega e procurou Gorete Milagres para confirmar a informação, porém ela decidiu não revelar o verdadeiro autor dos gritos contra a dupla infantil.

“Você me ligou, mas eu não tive coragem de dizer que foi o Carlos Alberto que chutou aquela porta e mandou Sandy e Junior irem embora, porque o Marcelo de Nóbrega assumiu a culpa para defender o pai. Chorei junto, dei força a eles, e à noite o Xororó me ligou para agradecer”, revela Gorete Milagres.

Outro caso ocorreu em 2016. A atriz conta que foi chamada por Moacyr Franco, com quem mantém ótima relação (diferentemente do que Carlos Alberto afirmou em entrevista a Rafinha Bastos), para recriar Ô… Coitado! no SBT. O programa, entretanto, foi engavetado. “Tiveram que colocar seguranças do meu lado com medo de o Carlos Alberto ir lá. Meu piloto não foi aprovado porque disseram que ele gritou: ‘Essa mulher não entra mais aqui!’. O que aconteceu com Moacyr depois? Foi demitido”.

Durante a conversa com Rafinha Bastos, Carlos Alberto ainda sentenciou que, enquanto estiver vivo, Gorete Milagres jamais voltará à Praça. A forte declaração foi dita após o diretor da Praça e filho do comediante, Marcelo de Nóbrega, ter chamado a atriz para salvar a audiência do humorístico durante a pandemia.

“Cogitei aceitar para ver se Carlos parava de me caluniar, mas não foi fechado porque ele ficou nervoso. Eu não tenho necessidade financeira de voltar para a Praça, graças a Deus vivo muito bem, tenho meus empreendimentos. Marcelo pediu para eu escrever uma carta ao Carlos, e eu escrevi, mas não pedi desculpas. Sempre fui grata a ele, mas não tenho mais respeito a essa pessoa que há mais de 10 anos grita meu nome em vão”, diz Gorete à coluna.

Assista à íntegra do desabafo de Gorete Milagres, caracterizada como Filomena, para Carlos Alberto de Nóbrega:
https://observatoriodatv.uol.com.br/

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.