Renato Aragão denuncia funcionário por desvio de mais de R$ 3 milhões

0

O humorista Renato Aragão e a esposa Lilian Aragão foram à delegacia e denunciaram um ex-funcionário da empresa Renato Aragão Produções por desvio de mais de R$ 3 milhões. De acordo com o casal, Alexandre Reis Costa – que trabalhava como agente administrativo da companhia – falsificou cheques da empresa que eram assinados por Renato Aragão e adulterou o nome dos beneficiários para o seu próprio nome para sacar e roubar os lucros do artista.

O casal denunciou o antigo funcionário à polícia e em seguida também abriram um processo trabalhista contra o rapaz, que já foi denunciado à Justiça pelo Ministério Público após a conclusão do inquérito. O delegado pediu ao Ministério Público o indiciamento de Alexandre a partir das provas apresentados por uma perícia contratada pelo ator e a denúncia já foi aceita pelo órgão.

Renato Aragão também abriu um processo contra o banco. Na ação, ele afirma que o banco cometeu falhas de segurança ao receber cheques falsificados com sua assinatura e pede à instituição bancária a restituição dos R$ 3.341.500 desviados.

Ainda de acordo com a ação, durante seis anos o banco “recebeu cheques emitidos pela sociedade e originalmente destinados a Renato e a Lilian, porém grosseiramente adulterados, permitindo que mais de R$ 3 milhões fossem desviados para o ex-funcionário.”

Alexandre teria cometido três tipos de fraudes contra o casal
A Renato Aragão Produções é uma empresa familiar fundado pelo artista e a esposa. Segundo consta nos autos processuais, Renato e Lilian são os únicos sócios e responsáveis por controlar todos os negócios do grupo, promovendo, ainda, a produção de filmes, programas de televisão e conteúdo audiovisual. Ainda de acordo com o processo, a empresa conta com funcionários incumbidos principalmente da execução de funcões administrativas.

Renato explicou ao juiz por meio do seu advogado que promove peridiódicamente a distribuição dos lucros e dividentos para ele e a esposa e que os pagamentos eram realizados mediante emissão de cheques nominaDOS para ele e a esposa. Todos eles eram assinados e conferidos pelo irmão já falecido Paulo Aragão, e em seguida eram entregues a Alexandre Reis Costa, funcionário que ficava responsável pelo pagamento das contas da empresa, para depósito na conta dos sócios.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.