Profissão de engenheiro se renova para atender atuais desafios da indústria

Para sobreviver no pós-pandemia, cresce demanda das indústrias por profissionais com perfil inovador e com facilidade para se adaptar a mudanças. Faculdades da Indústria estão com vestibular aberto para 9 áreas de engenharia

0
“Pouco antes de ingressar na faculdade, estava em período de experiência no setor de vendas de componentes elétricos. Logo que iniciei o curso na área de engenharia, a empresa me contratou em definitivo”, comemora Juliano Prebianca Poletto, estudante do segundo período de Engenharia Mecatrônica nas Faculdades da Indústria. Com a economia reaquecendo, profissionais bem qualificados serão essenciais para a retomada da produção industrial. Segundo levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), para atravessar a crise sanitária e sobreviver no pós-pandemia, 83% das indústrias precisarão de mais inovação. Nesse cenário, cursos tradicionais, como Engenharia Mecânica, acabam passando por uma renovação, enquanto novos cursos surgem, como a graduação em Engenharia de Energias.
Nícolas Fernando Lopes Machado é um dos estudantes do curso de Engenharia de Energias ofertado pelas Faculdades da Indústria. “Meu pai é engenheiro e sempre gostei muito de física e matemática, então já tinha essa tendência em seguir na engenharia. Além disso, desde pequeno, eu me interessava pela natureza e pelo cuidado com o meio ambiente. Ao passo que fui conhecendo um pouquinho mais sobre o mundo ao meu redor, descobri as formas alternativas e renováveis de se obter energia e as achei incríveis. Porém, essas duas áreas (engenharia e energias renováveis) ainda não haviam se conectado para mim até meu pai ouvir um anúncio sobre o curso de Engenharia de Energias das Faculdades da Indústria. A partir daí, decidi investir nessa profissão. Tenho uma forte vontade de fazer a diferença no mundo e vi que conseguiria ser um agente ativo da mudança sustentável do Brasil e do planeta seguindo esse caminho que o curso dispõe”, conta o estudante.
Ainda no começo do curso, o jovem já tem boas perspectivas de futuro: “No âmbito profissional, as oportunidades surgirão conforme o mundo volta seus olhos para formas de obtenção de energia limpa e sei que estarei pronto quando o momento chegar. Confio que a profissão que escolhi será peça chave no futuro. Assim como investimos em ativos que têm previsão de valorização a fim de obtermos lucro, invisto em uma profissão promissora e que abrirá portas para a realização de vários sonhos pessoais”, afirma Nícolas.
Preparação de profissionais para o pós-pandemia
Alinhadas às demandas do mercado, as Faculdades da Indústria oferecem cursos de engenharia em 9 áreas diferentes: produção; software; ambiental e energias renováveis; química; mecânica; elétrica; mecatrônica; automotiva e energias. “Buscamos oferecer opções de curso que estejam alinhadas com as necessidades e exigências do mercado de trabalho, promovendo uma abordagem prática, que aproxima os estudantes da realidade que encontrarão nas indústrias”, afirma Carlos Eduardo Leite, gerente de Negócios Educacionais e Regulação do Sistema Fiep.
Para o aluno Juliano Prebianca Poletto, a metodologia de ensino é o principal diferencial da instituição. “Para mim, o curso tem sido uma grande experiência, sobretudo pela metodologia da Faculdade, que se baseia em Jornadas de Aprendizagem. Ou seja, conciliamos os conteúdos que estudamos nas disciplinas de física e cálculo em aplicações reais, que nos desafiam no nosso cotidiano”, conta.
Vestibular de verão com inscrições abertas
Para os interessados nas graduações de engenharia das Faculdades da Indústria, as inscrições para as provas online e agendadas estão abertas, é só acessar o site: https://www.faculdadesdaindustria.org.br/geracaoi/. As aulas estão previstas para começar em fevereiro de 2021.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.