Paraná investe em ações de solidariedade e é reconhecido como o Estado mais Solidário do Brasil

0

À frente do conselho da Superintendência Geral de Ação Solidária (SGAS), ligada à Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (SEJUF), a primeira-dama do Paraná, Luciana Saito Massa, comanda uma equipe concentrada em promover e estimular a cultura da ação solidária, engajamento ético e o trabalho de voluntariado em todo o Estado.

Ações que se tornaram um verdadeiro desafio desde o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), mas que geraram resultados diretos de contribuições e ações solidárias, que ultrapassaram as barreiras geográficas, como a recente ação da SGAS, juntamente com a Defesa Civil, para arrecadar roupas que foram doadas às vítimas das enchentes que atingiram o Estado do Acre, no último mês. Foram 48 mil peças de roupas doadas por paranaenses para a população daquele estado.

A campanha, que teve também o apoio do Corpo de Bombeiros do Paraná, endossa o prêmio recebido pelo Governo do Paraná de “Estado mais solidário do Brasil”, concedido pelo programa Pátria Voluntária do Governo Federal em 2020.

No mês da Mulher, a Associação dos Diários do Interior (ADI) conversa com a primeira-dama do Estado, Luciana Saito Massa, presidente do Conselho de Ação Solidária, sobre essas e outras ações desenvolvidas pela da Superintendência Geral de Ação Solidária.

A campanha fez parte da força-tarefa “Menos Eu, Mais Nós”

ADI – O Paraná foi o primeiro colocado no prêmio de Ação Solidária 2020, promovido pelo Ministério da Cidadania. Como foi receber esse reconhecimento?

Luciana Saito Massa – O Paraná foi o grande vencedor da campanha nacional, isso mostra que nosso estado, além de moderno e inovador, é o mais solidário do país. Formamos uma corrente do bem para auxiliar o próximo. Foi justamente este pensamento que levou à criação do Prêmio de Ação Solidária Paraná que é um concurso de atividades solidárias e voluntárias realizadas no âmbito da pandemia da Covid-19.

O nosso objetivo principal é fortalecer o terceiro setor paranaense e promover a valorização e a divulgação de iniciativas já realizadas com sucesso pelas organizações durante o período de pandemia do coronavírus.

ADI – Em 2020 vimos a campanha Cesta Solidária alcançar as vitimas da crise econômica causada pela pandemia. Quais são os próximos passos?

Luciana Saito Massa – Ano passado foram arrecadas 150 toneladas de alimentos que foram distribuídos à população mais vulnerável do Estado. A campanha fez parte da força-tarefa “Menos Eu, Mais Nós”, da SGAS, em parceria com a Assembleia Legislativa, o Tribunal de Justiça, Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado. Os alimentos foram doados por servidores públicos, empresas privadas e toda a população.

Nós lançaremos no dia 23 de março a segunda edição do programa, tendo em vista o agravamento do cenário da pandemia em todo o Estado. Muitas famílias do nosso estado estão sofrendo com a fome e a falta de renda.

Teremos a ajuda e o apoio da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros. Serão 131 pontos de coleta, em todo o Estado. As cidades, os endereços e telefones serão disponibilizados na página da SGAS.

Eu convido a todos que puderem vir conosco e abraçar essa causa, pode ser uma cesta básica ou qualquer alimento não perecível. Quanto mais pessoas vierem conosco, mais famílias ajudaremos.

ADI – Quais as outras ações e projetos especiais que estão sendo desenvolvidos pela superintendência?

Luciana Saito Massa – Nós lançamos neste mês o projeto Páscoa Solidária. Um dos objetivos é gerar renda para as famílias mais carentes por meio de cursos de culinária.

A primeira turma a concluir o curso foi composta por mulheres, esposas ou parentes de presidiários que cumprem pena no Paraná, que aprenderam a fazer ovos de chocolate e produtos derivados, com foco na Páscoa.

Eu convido a todos que puderem vir conosco e abraçar essa causa, pode ser uma cesta básica ou qualquer alimento não perecível.

Além da capacitação, outro objetivo busca arrecadar ovos de Páscoa que serão distribuídos para crianças e adolescentes que vivem em unidades de acolhimento do Paraná. O projeto arrecadou ovos de chocolate para crianças e adolescentes que estão nas unidades de serviço de acolhimento institucional do Estado, como casas-lares e abrigos, em todo o Paraná.

ADI – Mesmo conceito já foi usado para a arrecadação de brinquedos para o Dia das Crianças de 2020. Como foi a realização desse projeto?

Luciana Saito Massa – Foi linda a Campanha Paraná Piá, os presentes foram doados a crianças de 0 a 12 anos, internadas ou em tratamento ambulatorial pelo Sistema Único de Saúde (SUS), dentro da rede de hospitais do Paraná.

Durante o período de internação ou qualquer tratamento de saúde, o impacto emocional é muito grande, principalmente em tempos de pandemia. Diante de toda a fragilidade desse momento, é a solidariedade de todos que fez a diferença na campanha Paraná Piá.

A campanha foi para que nossas crianças, o nosso bem maior, pudessem continuar a sonhar e sorrir e nos trazer cada vez mais a esperança de um futuro melhor. Não deve ser diferente em 2021.

É um bom momento de fazer uma limpa, organizar o armário e, o que não precisar mais, pode ir para a doação.

ADI – Estamos no outono e logo teremos baixas temperaturas com a proximidade do inverno. Como o Governo se prepara para atender a população mais vulnerável?

Luciana Saito Massa – Ano passado criamos a campanha Aquece Paraná que teve o aporte do aplicativo Paraná Solidário. Justamente por conta do cenário de pandemia, para evitar que as pessoas saíssem de casa. Tudo pôde ser feito por um celular, em casa, com segurança. Teremos novidades na campanha deste ano e logo iremos divulgar. Mas aproveito para esclarecer que as pessoas podem doar, calçados, cobertores, roupas de cama e qualquer outro item que tenha em casa, desde que em bom estado.

Estamos passando bastante tempo em casa. É um bom momento de fazer uma limpa, organizar o armário e, o que não precisar mais, pode ir para a doação.

Entrevista realizada por ADI-PR – Associação dos Jornais Diários do Interior do Paraná

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.