Estagiário de 17 anos da Nasa descobre novo planeta e faz história

0

A maioria das crianças atravessa na infância a fase da curiosidade absoluta. É natural: o mundo é literalmente o lugar mais incrível para se estar, e quando o vemos pela primeira vez, queremos saber como as coisas são o que são. Por que o céu é azul? O que são as estrelas? Do que é feito o sol? O adolescente estadunidense Wolf Cukier, hoje com 17 anos, também foi assim, mas sua curiosidade o levou realmente além – diretamente para fora do sistema solar: recentemente Wolf se tornou uma espécie de celebridade internacional, ao descobrir um planeta.

Mas como um jovem descobre um planeta?
Ele e sua família vivem no subúrbio de Nova York e, nas férias do ano passado, Wolf decidiu trabalhar em um programa de estágio para jovens dentro da NASA, a agência espacial americana. Era ainda seu terceiro dia de trabalho, quando ele reparou uma curva inesperada em um gráfico que ninguém havia até então notado. “Eu esbarrei nesses dados e eles me pareceram interessantes. Levei para os meus mentores e aí… Bom, foi isso. Tinha descoberto o planeta” afirma o jovem, que admite uma certa dose de sorte em sua descoberta.Quem gosta de observar as estrelas sabe que há muito mais coisa ainda a se descobrir no universo do que o pouco que de fato sabemos – e Wolf ajudou um pouquinho a iluminar nosso caminho por esse desconhecido. O planeta descoberto é muito distante, e a imagem na qual ele o descobriu era pública e acessível, mas só ele notou o traço incomum. O planeta descoberto por Wolf é um exoplaneta, fora do sistema solar, girando ao redor de duas estrelas a 1300 anos-luz da Terra.

A maneira de descobrir a presença de um astro constantemente girando ao redor de uma estrela em uma distância tão grande que nenhum telescópio é capaz de enxergar é pela emissão de luz – por intervalos regulares na emissão, quando o planeta passa na frente da estrela. Foi essa diferença, como fossem eclipses, que Wolf notou, e assim descobrimos que o planeta, intitulado TOI-1338 b existe, com quase sete vezes a massa da Terra.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.