Dieta low carb é alternativa para manter o peso depois de emagrecer

0

O estudo foi feito por cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e publicado no jornal científico BMJ. Segundo dados da pesquisa, quem adotou uma dieta low carb depois de perder peso passou a queimar mais calorias e também teve redução do nível de grelina, hormônio relacionado à fome.

No estudo da universidade norte-americana, 234 pessoas tinham o objetivo de reduzir de 10% a 14% do peso ao seguir um programa de emagrecimento de 10 semanas. Depois, os que conseguiram alcançar a meta, 164, foram divididos em três grupos e cada um recebeu uma quantidade diferente de carboidrato na dieta.

Nessa segunda etapa, todos ingeriram carboidratos considerados de boa qualidade, como as versões integrais dos alimentos, e tiveram o consumo de calorias ajustado para que conseguissem manter o peso , evitando o efeito sanfona . O primeiro grupo tinha 20% de carboidratos das calorias do dia, o segundo grupo, 40%, e o terceiro, 60%.

Essas pessoas foram acompanhadas por mais 20 dias. Ao final desse tempo, notou-se que o grupo que consumiu menos carboidratos gastou mais calorias . Aqueles que estavam com a dieta com 20% de carboidratos queimaram 91 calorias a mais por dia que o grupo intermediário e 209 calorias a mais se comparado com o terceiro grupo.

Além disso, o primeiro grupo também teve diminuição na produção de grelina, hormônio relacionado sensação de ter fome.

De acordo com Cara Ebbeling, principal autora do estudo, e esse maior gasto calórico por aqueles que seguiram uma dieta com menos carboidratos persistir por três anos, é possível chegar a uma perda de peso de 9 kg sem reduzir a ingestão de calorias diárias.

Além disso, o estudo mostra que as escolha dos macronutrientes – carboidratos, gorduras, proteínas – pode, sim, influenciar no emagrecimento e em evitar o efeito sanfona. Como ressalta David Ludwig, endocrinologista que também participa da pesquisa, os carboidratos refinados ajudam e elevar o nível de insulina no sangue, o que faz com que as células armazenem energia. “Com menos energia disponível no organismo para o resto do corpo, a fome aumenta e o metabolismo diminui – receita para alguém engordar”, explica.

Ou seja, seguir uma dieta low carb e escolher bem os carboidratos, como foi feito com os participantes do estudo, ajuda a fugir desse cenário citado acima.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.