Diamante de 998 quilates é encontrado no Botsuana – Um dos maiores do mundo

0
A pedra preciosa, uma das maiores do mundo, tem 998 quilates e não é a única encontrada na mina de Karowe.
A empresa de mineração Lucara Diamond Corp. anunciou na terça-feira (10) a descoberta de um dos maiores diamantes da história em sua mina de Karowe.
O diamante mede 67x49x45 milímetros e é o segundo de mais de 500 quilates encontrado nesta mina em 2020, além de ser o quarto dos cinco maiores diamantes já encontrados.
O maior diamante da história é o Cullinan, de 3.106 quilates, encontrado em 1905, próximo de Pretória, na África do Sul. Nos últimos anos, na mina de Karowe têm sido regularmente descobertas grandes pedras preciosas.
Um diamante branco de 998 quilates foi recentemente encontrado no Botsuana. Ele está entre os cinco maiores já descobertos. Foto fornecida por Lucara Diamond Corp.
Em 2015, a Lucara Diamond extraiu, também em Karowe, o diamante Lasedi La Rona, de 1.109 quilates, vendido por US$ 53 milhões (R$ 285 milhões).
No local, também foi encontrado o diamante Constellation, de 813 quilates, que foi vendido por US$ 63 milhões (R$ 339 milhões), e em 2019, foi descoberto o Sewelô, de 1.758 quilates, de qualidade mediana e não tão valioso em comparação com os demais.
Em novembro deste ano, a Lucara Diamond fechou um acordo com a Louis Vuitton para cortar e polir o diamante de 549 quilates encontrado na mina de Karowe em fevereiro, chamado de Sethunya, que significa “flor”. Em janeiro, a Louis Vuitton adquiriu o Sewelô, “descoberta rara” no idioma tsuano.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.