Aos 65 anos, cantor Ovelha vende frangos na pandemia para se sustentar

0

O cantor Ovelha precisou se reinventar para conseguir se sustentar após os shows serem cancelados, devido à pandemia do coronavírus, e virou empresário. O veterano de 65 anos de idade investiu em uma frangaria e chega a vender 200 frangos assados por semana.

O artista recebeu a ajuda do apresentador e amigo Ratinho, que colaborou com o investimento para abrir o negócio. O estabelecimento, contudo, é administrado por sua mulher, Fátima Braz, e outros familiares. Apesar de ainda não ter sido inaugurada a loja física, o estabelecido está localizado no bairro de Santo Amaro, zona sul de São Paulo, e vem funcionando via delivey.

“Eu estava conversando com o meu amigo Ratinho que as coisas estavam difíceis com a pandemia e que eu estava pensando em abrir uma frangaria. Ele me perguntou quanto eu precisava e me deu R$10 mil. Ele ainda falou: ‘Te dou esse dinheiro, mas você fica me devendo um show (risos)’. Estou vendendo por semana de 100 a 200 frangos. Quem não quer frango, tem costela também”, afirmou à Quem.

Pai de Amanda, de 44 anos, Ademir, de 33 anos, Raphael, de 37 anos, Jessica, de 23 anos, e Manuella, de 10 anos, Ovelha disse que enfrentou dificuldades na carreira em 2020 com o surto da Covid-19.

“Quando o lance da pandemia chegou, eu estava com vários shows fechados e uma viagem para a Argentina marcada. Todo mundo parou! Meu último show foi em 15 de fevereiro no ano passado, em um trio elétrico no Carnaval. Depois disso, foram cancelados 28 shows. Hoje o artista não vende mais discos, o ganha pão vem dos shows”, explicou.

“Então, tem que procurar outros caminhos como a internet. Tive que me reciclar. Comecei a lançar músicas pela internet e fazer lives pagas”, completou.
boainformacao.com.br

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.